Arquivo

Posts Tagged ‘Clausura 2010’

O cachorro Robert

Esse gosta mais de aparecer que o Richarlyson!

E a torcida do Rojo grita: “Palermo, Palermo”

Parece que ele não gostou muito…

Huracán vence Boca em La Bombonera e quebra tabu de 30 anos

O Huracán venceu o Boca hoje por 2 a 1 fora de casa e quebrou um incrível tabu de 30 anos sem vencer o time da casa neste estádio. Os gols foram marcados por Peralta e Machín para el Globo e Palleta descontou para o Boca.

O Boca voltou a apresentar alguns velhos problemas já conhecidos pela torcida. O time não teve criatividade em alguns momentos, apresentou falhas defensivas e não teve a disposição ofensivas das ultimas duas partidas, onde conseguiu duas vitórias.

O primeiro tempo foi equilibrado, com momentos de pressão do Boca. No último minuto do primeiro tempo, em um contra-ataque perfeito, o Huracán abriu o placar. O Boca empatou logo no início do segundo tempo. Gaitán cobrou falta na área, a zaga do Huracán cortou mal e Palleta bateu como um verdadeiro atacante pra marcar.

A partir daí o Boca passou a pressionar buscando o gol da vitória, mas aos 33 minutos, veio o golpe fatal. Machín dominou pelo meio, carregou a bola e bateu forte de fora da área pra marcar um belo gol.

O Boca não teve forças para buscar o empate. O curioso do jogo é que Roberto Pompei, treinador do Boca, é torcedor fanático do Huracán e tratava essa partida de forma especial. Que coisa…

Argentinos Jrs consegue virada espetacular e toma a ponta do Clausura faltando uma rodada para o final

O Argentinos Jrs protagonizou o jogo mais emocionante e mais importante da rodada do Clausura. Jogando em casa, o time venceu o Independiente por 4 a 3 e contou com a ajuda do Rosário Central, que empatou em 0 a 0 com o Estudiantes para tomar a ponta do campeonato.

Até os 27 minutos do segundo tempo, o Independiente vencia por 3 a 1, jogava muito melhor e tudo indicava que o jogo estava decidido. Os gols até esta altura foram marcados por Nuñez, Acevedo e Gandín para o Independiente e Ortigoza para o Argentinos.

Foi quando Pavlovich descontou de cabeça aos 27 minutos e colocou fogo no jogo. Até ali, todos sabiam que o Estudiantes jogava mal, com um homem a menos, já que Verón tinha sido expulso e que um empate do Argentinos levaria tudo pra ultima rodada. Mas “El Bicho” conseguiu mais. Aos 42 minutos Sabia empatou depois de uma grande confusão na grande área. O estádio quase veio abaixo. Mas o Argentinos não estava satisfeito e partiu pra cima pra buscar a virada. No último minuto, Caruzzo recebeu na entrada da área, depois da vacilo da defesa do Independiente e bateu pro gol. A bola desviou na zaga e entrou mansinha no canto direito da meta.

A loucura tomou conta do estádio. Os torcedores se abraçavam, os jogadores choravam… uma festa maravilhosa como a muito tempo não se via nesse futebol cara dia mais frio e sem coração. O Argentinos virou de forma incrível, tomou a liderança do Estudiantes, que parecia muito segura e agora depende apenas de uma vitória para ser campeão do Clausura 2010.

Sinceramente, merece muito. Tomara que consiga. Uma vitória histórica, um jogo pra entrar pras lendas do futebol. O Argentinos ganhou no coração, na garra, na emoção… tudo que faltou ao Estudiantes no jogo contra o Rosário Central. Um campeão joga com a cabeça e com o coração.

River Plate goleia Racing com show de Funes Mori

O River Plate impôs uma vitória de respeito ao Racing em pleno cilindro da Avellaneda. O time de Ángel Cappa venceu por 3 a 0 com três gols de Funes Mori e já chega a segunda vitória consecutiva contra dois adversários de respeito, ou seja, Vélez e Racing. Pra fechar, o River quebrou uma sequência de três vitórias seguidas do time de Avellaneda.

A verdade é que o placar do jogo não reflete a dificuldade da partida. O River começou muito bem e abriu o placar aos 3 minutos. Em triangulação entre Ortega, Franchino e Mauro Díaz pela direita, a bola sobrou para este último que cruzou para a cabeçada firme do artilheiro da noite, Rogelio Funes Mori abrir o placar.

Depois do gol o Racing foi pra cima e chegou a colocar uma bola na trave. Mas logo na sequencia desse lance, aos 16 minutos, a zaga do time da casa bateu cabeça. O zagueiro deixou para o goleiro, que ao tentar chutar a bola pra frente, encontrou o pé do matador Funes Mori. A bola espirrou pra dentro da área e Funes Mori foi atrás, deu um corte desconcertante no goleiro e marcou o segundo gol da noite.

O Racing tentava atacar, pressionava, mas o River era mais eficiente e aos 24 minutos marcou o terceiro. Ortega desceu em velocidade pela direita e tocou para Ferrari. O lateral cruzou e Funes Mori, quase em cima da linha, apenas completou de cabeça para marcar seu terceiro gol na noite. Em 24 minutos o River decidiu o jogo e jogou um balde de água fria nas pretensões do Racing.

Apesar de tentar pressionar, o Racing não conseguiu marcar e teve de se contentar com este placar final.

Segundo especulações, Rogelio Funes Mori estaria sendo seguido de perto por Juventus e Sampdoria. É uma revelação do River e está sendo comparado com Crespo e Trezeguet. A primeira impressão que eu tive dele foi muito ruim. Mas o coitado entrou numa fria, ao ser a esperança de gols do fraquíssimo time de Leonardo Astrada. Com Cappa, o River é outro time. Um time alegre, que gosta de jogar futebol, que é apaixonado pela bola.

Torço muito pra que o River Plate venha forte na próxima temporada. A torcida merece, os jogadores e Angel Cappa merecem.

Clausura pode conhecer seu campeão nesta rodada

O Clausura argentino pode conhecer seu campeão neste domingo. E pra ser sincero, não está tão difícil assim. Basta que o Estudiantes vença o Rosário Central em casa e que o Independiente vença o Argentinos Jrs no Estadio Diego A. Maradona.

O time de Alejandro Sabella, além de estar muito bem na Libertadores é líder do Clausura, um ponto a frente do Argentinos. Caso a combinação acima se confirme, El Pincha vai abrir 4 pontos de vantagem faltando apenas mais uma partida.

Caso o Argentinos empate e o Estudiantes vença, o time de Verón ainda não pode gritar “É campeão”. Afinal, na ultima rodada o Estudiantes pode perder e o Argentinos vencer, o que terminaria em um empate de pontos entre as duas equipes. Na Argentina, caso haja empate de pontos, é disputado um jogo desempate em campo neutro.

Tá muito fácil pro Estudiantes. Além do mais a tabela foi bem generosa, já que o time só joga pela Libertadores na quinta-feira. Os dois jogos que podem decidir o campeonato serão disputados no próximo domingo as 14:10 horário de Brasília.

Gols da rodada 17 do Clausura 2010

Dois jogos terminaram em 0 a 0.

Apenas Estudiantes e Argentinos Jrs brigam pelo Clausura

A rodada deste fim de semana deixou apenas dois candidatos ao título do torneio Clausura de 2010. Apenas Estudiantes e Argentinos vão brigar pelo caneco nas próximas duas rodadas.

O time de Verón e Boselli venceu o Chacarita, já rebaixado, por 2 a 1 com gols de Boselli (em um penalti mais do que duvidoso) e Cellay, que marcou de cabeça.

O Argentinos Jrs não deixou barato e também venceu sua partida. Jogando contra o San Lorenzo fora de casa, o time de Claudio Borghi venceu de virada por 2 a 1. Sosa fez os dois gols do Argentinos e ainda sofreu um penalti não marcado pela arbitragem e teve um gol legal anulado. Depois do jogo, Borghi disse que se for campeão não seguirá no clube. “Pra que ficar e forçar a máquina?” Essas foram as palavras dele, que tem proposta do Boca Jrs. Ele e Carlos Bianchi são os preferidos da direção do clube.

O Godoy Cruz, que jogou na sexta-feira e era o outro postulante ao título perdeu para o Central por 1 a 0 e deu adeus ao sonho de ser campeão. Apesar de matematicamente ser possível, já que estão cinco pontos atrás do líder com seis pontos a serem disputados, é praticamente impossível que Godoy Cruz e Independiente cheguem ao título. É uma pena… seria lindo uma ultima rodada com quatro times brigando pela taça.

Nas outras partidas da rodada, o Banfield venceu o Huracán (que saiu de campo vaiado pela torcida) por 1 a 0, Gimnasia e Lanus ficaram no zero, o Racing venceu o Tigre fora de casa por 2 a 1 e precisa de apenas um ponto nas duas ultimas rodadas pra se livrar de vez do rebaixamento, o Newell’s venceu o Arsenal em Sarandí por 2 a 0, garantiu uma vaga na Sul-Americana e derrubou o treinador do adversário, já que Burruchaga pediu demissão depois da partida e por fim Colón e Atlético Tucuman, já rebaixado, ficaram no zero.