Arquivo

Archive for agosto \31\UTC 2009

Boca vence Lanus e começa a decolar

Foi uma partida muito complicada, mas o Boca conseguiu vencer o Lanús na casa do adversário por 2 a 1. O jogo foi muito igual e na verdade qualquer uma das equipes poderiam chegar a vitória.

O Boca começou vencendo com gol de Cáceres. Pellentieri empatou ainda no primeiro tempo e na segunda etapa o histórico goleador Xeneize marcou o 2 a 1 derradeiro. Palermo passou uma semana complicada. Discutiu com a torcida organizada e parecia diferente do Martín do dia-dia do Boca.

Mas essa vitória e com gol de Palermo veio em um grande momento para a equipe. Agora o Boca segue com tranquilidade sua caminhada. Terá que fazer uma grande campanha neste Apertura se quiser jogar a Libertadores 2010.

Anúncios

São Paulo e Palmeiras empatam clássico

O grande jogo dessa rodada terminou empatado. São Paulo e Palmeiras não conseguiram marcar e o jogo terminou sem gols.

O jogo foi muito truncado como já era de se esperar mas o São Paulo teve as melhores chances.

Agora o Goiás tem a chance de assumir a liderança, se vencer o Internacional no jogo das 18:30. A diferença entre tricolor e Palmeiras continua em 4 pontos.

Chacarita luta bravamente mas não consegue evitar derrota

O Chacarita foi ao Monumental tentando a primeira vitória no campeonato frente ao River. E esteve muito próximo de conseguir. Mas no final do jogo, Ariel Ortega deu números finais a partida que poderia ser favorável ao funebrero.

O River começou o jogo arrasador e fez o primeiro logo aos 4 minutos com Buonanotte. Alustiza empatou para o Chaca aos 22 e colocou fogo no jogo. Mas o River seguiu pressionando e aos 32 Gustavo Cabral colocou o River em vantagem. Quando parecia que o primeiro tempo terminaria assim, Alustiza aprontou de novo. Sofreu o penalti cometido pelo goleiro Vega e marcou o gol de empate.

No segundo tempo o Chaca voltou melhor e virou o jogo. Facundo Parra escorou cruzamento e fez 3 a 2 para o co-irmão tricolor. O River partiu pra cima e só conseguiu o empate aos 25 minutos com Villalba. A partir daí só deu River e com o apoio da torcida, os Millionários fizeram o gol da vitória aos 42 minutos com Ariel Ortega.

Um jogão que terminou com a justa vitória do River. Se bem que qualquer um que saisse vencedor seria merecedor. Parabéns ao Chaca que mostrou que pode brigar pelo menos no meio da tabela.

De Federico chega ao Corinthians claramente deslumbrado

“A verdade é que é a segunda vez que viajo ao exterior, a outra vez foi ao México.”

“Mais de 50 jornalistas foram me receber no aeroporto”

“Vou conhecer Ronaldo amanhã. Tenho muita vontade de conhecê-lo”

Essas foram as primeiras palavras de Matías De Federico como jogador do Corinthians. Palavras de um jovem jogador claramente deslumbrado com tudo o que está acontecendo. Fica muito claro que o jogador está vivendo um conto de fadas. Nunca imaginou tanta repercussão em volta de seu nome.

Vamos ver até onde vai essa ilusão em torno dele. Com Mano Menezes não tem essa de preferido e ninguém tem previlégios. É bom avisar isso a ele, pois no Huracán ele tinha tempo de jogar 2 ou 3 jogos ruins. No Corinthians não terá. A torcida é muito exigente e a imprensa cobra muito do time. Espero que esse talento raro do futebol não se perca diante de tanto glamour.

Fim de semana cheio de lances inusitados

– Se o goleiro falhar na saída de bola é terrível, imagine duas vezes no mesmo jogo? O goleirão do Wanderers conseguiu essa proeza! No primeiro lance, tentou chutar pra frente e entregou nos pés do atacante do Peñarol que acabou marcando o gol. Ainda no primeiro tempo o goleirão falhou de novo. Entregou a bola nos pés do jogador adversário e pra completar ainda tomou um frango histórico quando o mesmo jogador chutou a gol. A bola passou por baixo do corpo do arqueiro do Wanderers! Um dia pra ser esquecido!

– Pelo Clausura Paraguaio, jogavam 12 de Octubre e Cerro Porteño. O 12 puxa um contra-ataque mortal. Tudo levava a crer que a jogada terminaria em gol! O meia entra pela direita, chuta forte, o goleiro Cerrista rebate. A bola sobra livre para o atacante do 12, a três metros do gol e… lateral para o Cerro! Sim, o atacante conseguiu mandar a bola pela lateral! Na sequencia da jogada, o Cerro abriu o placar…

– Na Inglaterra, Carlton Cole fez uma jogada de craque. Dominou no peito na entrada da área, virou e bateu no angulo do goleiro do Tottenham! Um golaço! Mas ele não se contentou e logo em seguida deu um passe perfeito para Defoe marcar… até aí tudo bem né? Isso se Cole não fosse do West Ham e Defoe do Tottenham! Cole conseguiu enfiar no meio da zaga do próprio time um passe perfeito para o adversário! O Tottenham empatou e logo depois virou o jogo. Cole conseguiu fazer o torcedor esquecer rapidamente o golaço que marcou…

– No Brasileirão, o personagem do fim de semana foi o juiz do jogo entre Corinthians e Botafogo. Teve falta inexistente que resultou em gol, penalti que foi, não foi e acabou “fondo”, gol de mão e etc. Melhor ele pegar um gancho pra torcida esquecer o que ele fez…

– Ainda no torneio Paraguaio, outro lance engraçado. O Luqueño já perdia por 4 a 1, mas o zagueirão do time queria deixar o dele. E assim, encobriu o goleiro do próprio time ao tentar recuar uma bola. Resultado? 5 a 1 pro Olimpia…

Banfield vence River sem problemas

Sem fazer muito esforço, o Banfield bateu o River em casa na estréia de ambas equipes no Apertura. Os gols do Banfield foram marcados pelo uruguaio Silva e S. Fernandez.

O River teve Gallardo e Ortega na meia cancha, mas o máximo que conseguiram foi uma bola na trave de Burrito. Gorosito vai ter que trabalhar muito pra fazer esse time render. O futuro é sombrio.

Boca luta bravamente para empatar em casa

Na estréia do Apertura, com televisão e tudo, o Boca sofreu uma barbaridade pra empatar com o Argentinos Jrs em plena Bombonera.

O time que revelou Maradona ao mundo terminou o primeiro tempo vencendo por 2 a 0 com gols de Hauche e Gianni. O primeiro tempo dos Xeneizes foi digno de ser esquecido. Time totalmente desarmado, defesa fraca e ataque inoperante.

No segundo tempo, Coco Basile colocou Guillermo Marino e antes de completar um minuto o atacante empatou o jogo de cabeça. Aos 6, com um chute de direita, Marino fez seu segundo gol e parecia que o Boca ia pra cima pra golear. Mas o time voltou a apresentar os problemas da primeira etapa e quase perdeu o jogo. Final, um 2 a 2 justo para as duas equipes.