Arquivo

Posts Tagged ‘Lanus’

River perde mais uma e Chacarita goleia fora de casa

Com dois gols de Joaquín Boghossian o Newell’s Old Boys venceu o River Plate por 2 a 1 jogando em casa e chegou a ponta da tabela. Por outro lado, os Millionários que descontaram com Buonanotte, caíram para a 17ª posição da tabela e sofreram sua sétima derrota no campeonato.

O River teve uma semana atribulada. O treinador Leonardo Astrada afastou Ariel Ortega do elenco e disse que ele só voltará a jogar depois que se submeter a um tratamento sério para se libertar do vício do alcool. Ortega aceitou e descartou a possibilidade de se aposentar.

De todo esse momento do River Plate a única pena que fica é que Diego Buonanotte vai acabar se sacrificando pelo time. É o único foco de luz nas trevas Millionárias e se tem alguns defeitos, como prender demais a bola em alguns momentos e não ter perna direita, eles poderiam ser corrigidos se o clube vivesse um bom momento. A verdade é que o elenco do River é muito fraco.

Já o Chacarita surpreendeu o Lanus que estava invicto a sete partidas e goleou a equipe do treinador Luis Zubeldía por 3 a 0 na casa do adversário. Os gols do Chaca foram marcados por Christian Milla e Facundo Parra que marcou dois.

Desde a chegada do treinador Fernando Gamboa o Chacarita vem jogando muito bem. A diferença é que desta vez não deixou o adversário jogar com uma marcação muito eficiente e não desperdiçou chances de gol, como aconteceu no jogo contra o Argentinos.

O Chacarita segue em franca ascenção e já vê uma luz no fim do túnel. Depois de um péssimo início, o time já chega agora a 15ª posição.

Hoje o Apertura mostra a seguinte classificação:

1 Newell`s 29
2 Banfield 26
3 Colón 24
4 Vélez 24
5 Estudiantes 23
6 San Lorenzo 23
7 Independiente 23
8 Argentinos 21
9 Rosario Central 21
10 Boca 18
11 Lanús 17
12 Arsenal 17
13 Godoy Cruz 13
14 Atlético Tucumán 12
15 Chacarita 11
16 Gimnasia 10
17 River 10
18 Huracán 9
19 Racing 8
20 Tigre 5
Hoje jogam San Lorenzo e Banfield, Estudiantes e Velez e Boca e Colón. Amanhã jogam Huracán e Arsenal.

 

River melancólico, Boca sem sorte e Chacarita incompetente

O River Plate foi derrotado em casa pelo seu carrasco (pelo menos nos ultimos anos) Lanús por um a zero. O gol do time do Sul foi marcado por Velasquez. Aliás, um golaço de falta, no ângulo. Coisa linda. O River jogou muito mal e o Lanús apenas administrou o resultado. O time de Leo Astrada não teve efetividade, errou passes, marcou mal e poderia ter perdido de mais.

Já o Boca Jrs (sem Riquelme que só volta daqui a 45 dias por conta de uma lesão no tendão do pé) foi a Rosário e foi derrotado por 2 a 1 pelo Central. Os gols do time de casa saíram em falhas do goleiro Abbondanzieri. A curiosidade é que foi lá que El Pato se formou e este é o time de seu coração. O primeiro gol foi marcado por Mendez de falta. O gol foi irregular, já que na jogada em que o juiz marcou a falta o jogador rosarino estava impedido.

O Boca empatou ainda no primeiro tempo em um golaço de falta de Krupoviesa. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar. O Boca ainda teve a chance de ir para o intervalo vencendo em belo lance de Palermo que recebeu cruzamento de Chavez, matou no peito e bateu de direita pra grande defesa do goleiro local.

No segundo o tempo o jogo ficou completamente aberto e qualquer uma das equipes poderia ter matado o jogo. A chance do Boca veio com Gaitán que recebeu na área sem goleiro e chutou em cima do zagueiro. O castigo veio aos 30 minutos com Castillejos. Ele recebeu na intermediária e foi driblando até a área Xeneize. O goleiro do Boca saiu um pouco prevendo o cruzamento, mas o jovem atacante do Rosário Central tocou no cantinho, entre a trave e o goleiro.

No último minuto de jogo Morel Rodriguez ainda mandou uma falta no travessão, só que em vez de bater na trave e entrar, como no gol do Boca, essa bateu e saiu, pra desespero dos Xeneizes.

O Chacarita jogou contra o Argentinos e fez um primeiro tempo primoroso. Poderia ter goleado mas conseguiu fazer apenas um gol Grabinski, aproveitando bate-rebate na área. O atacante Facundo Parra perdeu um gol daqueles pra ir pro Inacreditável Futebol Clube do Globo Esporte. A um metro da linha de gol, ele recebeu cruzamento da esquerda e conseguiu mandar no travessão.

No segundo tempo o Argentinos Jrs voltou melhor e logo empatou. Após bola rebatida da direita, Pavlovich cabeceou da meia lua e acertou o cantinho do goleiro Funebrero. O Chaca respodeu em seguida com um belo gol do mesmo Parra que perdeu o gol inacreditável. Mas o Argentinos pressionou muito e após cobrança de escanteio, Mauro Bogado empatou pegando a sobra de fora da área. Resultado justo pela incompetência do Chacarita e pela raça do Argentinos.

Luis Zubeldía – O treinador de 28 anos

Luis Zubeldía surgiu no futebol com 15 anos, trazido do interior da Argentina para Buenos Aires pelo olhar clínico de José Pekerman. Era um meia muito habilidoso, uma promessa do futebol argentino. Foi titular de todas as seleções de base. Boca e Lanús queriam contratar o jovem craque e ele, com muita maturidade, decidiu pelo Lanús, que tem as melhores categorias de base da Argentina nos ultimos 10 anos, rejeitando assim o time em que 9 em cada 10 jovens argentinos sonha em jogar.

Aos 17 anos estreiou entre os profissionais e logo se destacou. Era tratado como uma jóia rara tanto pelo treinador do Lanús quanto pelo treinador da seleção de base da Argentina. Mas desde cedo todos percebiam que Zubeldía tinha uma leitura de jogo muito acima de seus companheiros da mesma idade.

As vesperas do Mundial sub-20 em 2001, o então meia do Lanús sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo chamada osteocondrite, uma inflamação conjunta na cartilagem e no osso do joelho, que provoca o endurecimento da região. Após lutar por três anos contra essa lesão, Zubeldía decidiu finalmente abandonar o futebol.

Assim que decidiu pelo fim de sua carreira, aos 23 anos, Zubeldía foi convidado a integrar a comissão técnica principal do clube. Mas ele achou que seria melhor começar nas categorias de base. Após um ano como auxiliar na base do time, foi promovido a auxiliar da equipe principal. Depois de um ano, Zubeldía já era tratado pelo treinador principal da equipe como treinador da equipe e não como auxiliar. Ramón Cabrero, o técnico oficial da equipe, dizia que as decisões que ele tomava passavam diretamente por Zubeldía e que a equipe tinha não um, mas dois treinadores com as mesmas responsabilidades.

Em 2007 essa parceria levou o Lanus a conquista inédita do campeonato argentino. Cabrero então viu que seu trabalho estava completo e entregou a equipe nas mãos de Zubeldía. Desde então, o Lanús nunca mais brigou no meio da tabela, sempre na parte de cima.

O time está praticamente garantido na Libertadores do ano que vem e vai brigar mais uma vez pelo título de 2009.

River é eliminado e Gorosito passa vergonha no Sul

O River perdeu para o Lanus por 1 a 0 e está eliminado da Copa Sulamericana.

Não preciso dizer que o River não jogou bem, não criou e foi totalmente envolvido pela equipe rápida e jovem do Lanus. O gol da vitória foi marcado por Santiago Salcedo, ex-River, aos 9 minutos do segundo tempo.

Mas o interessante da partida ficou nas arquibancadas. Durante a semana, Néstor Gorosito, ex-treinador do Lanus, disse que no Sul da provincia de Buenos Aires era 70% Banfield e 30% Lanus. Isso bastou para que a torcida levasse cartazes ao estádio, escrito “70% inutil, 30% vago”. Além de tudo, a torcida gritou durante o jogo “100% fracasso” e “Tchau Pipo”, se referindo ao treinador do River, que respira por aparelhos no cargo.

A torcida argentina é extremamente criativa. Gorosito falou besteira e fechou as portas pra ele no clube. Não só pela péssima campanha que fez quando era treinador da equipe, mas também pelas lamentáveis declarações da semana. Azar dele.

Boca vence Lanus e começa a decolar

Foi uma partida muito complicada, mas o Boca conseguiu vencer o Lanús na casa do adversário por 2 a 1. O jogo foi muito igual e na verdade qualquer uma das equipes poderiam chegar a vitória.

O Boca começou vencendo com gol de Cáceres. Pellentieri empatou ainda no primeiro tempo e na segunda etapa o histórico goleador Xeneize marcou o 2 a 1 derradeiro. Palermo passou uma semana complicada. Discutiu com a torcida organizada e parecia diferente do Martín do dia-dia do Boca.

Mas essa vitória e com gol de Palermo veio em um grande momento para a equipe. Agora o Boca segue com tranquilidade sua caminhada. Terá que fazer uma grande campanha neste Apertura se quiser jogar a Libertadores 2010.

Chivas goleia Everton e Caracas bate Lanus

O Chivas goleou o Everton ontem pelo grupo 6 da Libertadores. O time mexicano, jogando diante da sua torcida, fez 6 a 2 sobre os chilenos e se consolidou como o melhor time desse grupo. Já o Lanus decepcionou e perdeu na Venezuela por 3 a 1 para o Caracas. Agora o Chivas é líder do grupo com 6 pontos. Everton e Caracas tem 3 e o Lanus tem 1 ponto ganho.

O único time desse grupo que pode ameaçar os brasileiros é o Chivas. Já provou pra todo mundo que é um time muito bom e que é conhecido como exterminador de times argentinos. Já desclassificou River, Boca e Estudiantes de competições continentais. É bom abrir o olho.

Bons jogos hoje, pela Copa Santander Libertadores

Caracas e Lanus se enfrentam pelo grupo 6 da Libertadores que conta ainda com Chivas e Everton do Chile. O jogo é em Caracas e deve ser muito duro pro time da casa. Na estréia, o Caracas perdeu no Chile para o Everton por 1 a 0.

Já no Olimpico, o Copero Grêmio faz sua estréia na Libertadores buscando o tri-campeonato frente a U. de Chile. O time chileno conta com o ex-santista Cuevas e aposta que este será o jogo mais complicado da primeira fase. Acredito que o Grêmio deve vencer na estréia, mas não será nada fácil.

Por fim, o Cruzeiro viaja ao Equador para enfrentar o Deportivo Quito. Jogo difícil, mas acredito que o Cruzeiro possa vencer, apesar de que a grande dificuldade do time no ano passado foi jogar fora de casa. Apesar disso, penso que o Cruzeiro está mais experiente e deve vencer.