Arquivo

Posts Tagged ‘Sport’

Independente do campeão, Brasileirão já tem vitoriosos e derrotados

Sem pensar muito no título, este campeonato brasileiro já tem seus vitoriosos e seus derrotados. Pra começar esse post com tristeza, mas pra terminar com muita alegria, vamos começar com os derrotados.

O Sport Recife foi um dos grandes derrotados desse ano. 2009 era pra ser o ano mais importante da vida do time pernambucano, mas acabou sendo uma decepção. O time jogou a Libertadores com autoridade, venceu partidas históricas mas tropeçou nas próprias pernas no decorrer do ano. Nelsinho foi embora, parte do bom elenco também e de candidato as primeiras posições do continente o time passou a rebaixado.

O Santos foi outra decepção. Após a final do Paulista, muito se esperava de Madson e Neymar, mas a dupla pouco fez. Quando o peixe re-re-re-re-recontratou Luxemburgo, a esperança de uma vaga na Libertadores se acendeu, mas pouco durou. Hoje o peixe briga na parte mediana da tabela.

O Fluminense foi outra enorme decepção. Apesar dos altos investimentos no elenco (alguns descabidos), o time das laranjeiras chega ao fim do campeonato lutando bravamente pra se manter na primeira divisão.

Independente se for campeão ou não com o Palmeiras, Muricy Ramalho foi a maior decepção do ano. Chegou ao Porco com fama de vencedor e até o momento só atrapalhou o time de Parque Antarctica. Ontem mesmo ele deu exemplos de que está totalmente perdido. Perdendo o jogo por um a zero, precisando colocar pressão e com apenas mais uma substituição disponível, trocou um lateral direito extremamente ofensivo por outro mais defensivo. Lamentável… Muricy conseguiu exterminar a enorme vantagem do Palmeiras e só não perdeu a liderança antes porque o SPFC tropeçou.

O Goiás foi outra grande decepção no Brasileiro. Apesar da culpa de queda de rendimento da equipe estar caindo sobre Fernandão, a verdade é que o grande culpado foi o homofóbico Hélio dos Anjos, que tem o rei, a rainha e os principezinhos na barriga.

De cara, o grande destaque do campeonato foi o Avaí. De fortíssimo candidato ao rebaixamento, o time catarinense passou a candidato a uma vaguinha na Libertadores. E quem disse que é impossível? O time do treinador Silas está a apenas 6 pontos do g-4. Ainda temos 12 pontos em disputa… Quem sabe?

Outro que surpreendeu foi o Atlético Mineiro. No começo do campeonato, 9 em cada 10 “especialistas” em futebol diziam que o Galo era candidato ao rebaixamento e hoje o time briga pelo título. Pra mim o grande trunfo do Galo foi o presidente Alexandre Kalil que fez ótimas contratações no decorrer do campeonato, o que deu ainda mais motivação ao time mineiro.

Sem dúvida nenhuma, Andrade é um dos grandes vitoriosos do ano. O atual comandante do Flamengo sempre pediu uma chance pra mostrar seu valor e nunca conseguiu. Dessa vez o time rubro-negro decidiu apostar no velho ídolo do time e ele não decepcionou. Pegou o time na 13ª posição e já está em 3º, a dois pontos da liderança. Outro flamenguista que venceu nesse ano foi Petkovic. De ex-jogador em atividade a maestro em 2 meses… Ano inesquecível pra ele.

O Cruzeiro foi outro que conseguiu vencer nesse Brasileiro. Sair de uma derrota traumática na Libertadores para brigar pelo g-4 é difícil pra qualquer um, ainda mais quando praticamente se perde seu principal jogador. Mas com calma e com boas contratações, o time celeste se recuperou e hoje luta por mais uma vaga na competição continental.

E claro, o São Paulo, independente do Hepta, foi um dos grandes vitoriosos do ano. Superou a desconfiança, uma troca dolorosa de comando, os adversários tripudiando e até mesmo seu ex-treinador jogando indiretas o tempo inteiro. Não importa se o tricolor será campeão ou não, já pode se orgulhar do campeonato que fez. E a grata surpresa do SPFC no ano foi Ricardo Gomes, que se não é brilhante, pelo menos provou que não é mais um em meio a multidão.

Obs: Ah vá! Botafogo e Inter já são decepções ambulantes!

Gols de Sport 1 x 2 São Paulo Jason

Categorias:Brasil, São Paulo Tags:, , ,

Jason bate Sport em jogo emocionante e entra de vez no G-4

Hoje sim o São Paulo foi Jason. Quando todos pensavam que ele morreria, deu a “facada” final.

Excepcional resultado, dadas as circustâncias da partida. Se o São Paulo não jogou o fino da bola, mostrou muita raça e determinação.

O São Paulo começou mal, mas quando equilibrou o jogo fez o gol. Hernanes cruzou, Borges escorou de cabeça e Washington marcou na saída de Magrão. O São Paulo terminou bem o primeiro tempo mas voltou mal pra segunda etapa.

O Sport pressionou desde o primeiro minuto e a pressão aumentou com a expulsão de Miranda. Mas o atacante Wilson simulou um penalti e acabou expulso, o que deu esperanças para o tricolor. Por pouco tempo, pois logo em seguida Renato Silva foi expulso. O São Paulo ficou sem dois zagueiros e levou o gol de empate. Após cobrança de escanteio, Fabiano completou pro gol de cabeça e empatou a partida.

Quando tudo caminhava para o empate, o Jason Junior Cesar matou a partida. Ele tomou a bola de Moacir no meio campo, arrancou pela direita e cruzou perfeitamente para que Hugo fizesse o gol da vitória tricolor. Dramáticamente o São Paulo garantiu os 3 pontos e se firmou no G-4. Com isso o time tira mais dois pontos do líder Palmeiras.

O tricolor agora enfrenta o Fluminense no Morumbi e pode se aproveitar pra tirar um pouco mais, já que o estagnado Palmeiras enfrenta o ascendente Coritiba no Couto Pereira.

Estatísticas de São Paulo x Sport

Sport Clube do Recife

  • Partidas: 39 (até 31 de dezembro de 2008)
  • Vitórias: 21
  • Derrotas: 8
  • Empates: 10
  • Primeiro jogo: Sport 1×4 São Paulo – Recife, amistoso(08/12/1937)
  • Último jogo: Sport 0x0 São Paulo, Ilha do Retiro, Campeoanto Brasileiro 2008 (21/09/2008)
  • Maior vitória: São Paulo 5×0 Sport – João Pessoa, Copa dos Campeões 2001(27/6/2001)
  • Maior derrota: Sport 5×2 São Paulo – Recife, Brasileirão 1994(01/11/1994)

Palmeiras perdeu a chance de matar o Sport

O Sport fez um jogo inteligente contra o Palmeiras, até o momento em que o bom Hamilton foi expulso. E nesses ultimos 20 minutos, o Palmeiras perdeu a chance de matar o Sport de vez.

Fez o gol logo em seguida e poderia ter feito um ou dois gols pra matar de vez o Sport, que agora tem que vencer em casa sem tomar gols.

Vale lembrar que o Sport fez de seu estádio sua grande arma na ultima Copa do Brasil e tem tudo pra fazer isso de novo. O time é bom, experiente e vai pra cima do Palmeiras.

Nada está ganho para o Palmeiras e nem tudo está perdido pro Sport. A semana será longa pras duas torcidas.

Jogos dessa semana podem ser decisivos pela Libertadores

Essa semana pode ser decisiva pra muitos clubes pela Libertadores.

O Grêmio enfrenta o Aurora em casa e tem tudo pra vencer e se classificar. O time gaúcho é o líder do grupo 7 com 7 pontos e o Aurora é o lanterna sem pontos conquistados.

Já o Nacional do Paraguai recebe o Universidad de San Martin e precisa desesperadamente vencer para manter chances de classificação. Em caso de derrota, o Nacional estará eliminado e o San Martin com um pé nas oitavas.

No outro jogo deste mesmo grupo, River Plate e Nacional do Uruguai duelam em Buenos Aires. Esse jogo definirá o futuro do River na competição. Os Millionários tem 3 pontos e se perderem estarão praticamente desclassificados, ainda mais se o San Martin vencer o Nacional do Paraguai. Já o tradicional clube uruguaio depende apenas de mais uma vitória no grupo para sacramentar sua classificação.

Nesta Quarta-Feira, Universidad de Chile e Boyacá Chicó farão outro jogo muito importante. Os dois times estão no grupo do Grêmio e provavelmente brigarão pela segunda vaga do grupo. Os chilenos tem 4 pontos e os bolivianos tem 6 pontos.

Na Quinta-Feira, os brasileiros entram em campo pra decidirem suas vidas. No jogo mais esperado da semana, pelo menos para os brasucas, o Sport recebe o Palmeiras na Ilha do Retiro. Caso o clube pernambucano vença, elimina o clube paulista do torneio e também fica muito próximo a vaga.

Já o São Paulo recebe o Defensor Sporting no Morumbi pela 4ª rodada desse grupo 4. Em caso de vitória o SPFC praticamente sacramenta sua classificação. Já o Defensor joga por pelo menos um empate, mas deve ser o outro classificado do grupo, já que os colombianos parecem decididos a morrer abraçados.

E por fim, o Boca recebe o lanterna Guaraní em La Bombonera e não deve ter dificuldades para vencer e também garantir sua classificação as oitavas. Boca aliás que vive uma fase ruim, mas mesmo na pior fase de sua história, o Boca venceria fácil esse time do Guaraní, que consegue ser pior que o Guarani de Campinas.

Vale a pena conferir essa semana excepcional de Libertadores!

Colo-Colo conquista grande vitória

Os chilenos enfiaram 3 a 0 na atual campeã LDU e agora dividem a liderança do grupo 1 com o Sport, mas os pernambucanos tem um jogo a menos. O Colo-Colo dominou o jogo e os gols foram marcados com Carranza, Cereceda e novamente Lucas Barrios, excelente atacante argentino.

Os times voltam a se enfrentar no Equador no dia 9 de Abril. A LDU precisa urgente de uma vitória pra continuar na briga, enquanto pro Colo-Colo, o empate já será um excelente resultado.