Arquivo

Archive for maio \22\UTC 2009

Sinais que nos servem de exemplo

A eliminação precoce do Boca Jrs da Libertadores nos deixa sinais claros do que é esse ano de 2009.

Um deles é um enorme sinal verde. Yes, We Can! O time que eliminou o Boca é o mesmo que o SPFC venceu duas vezes nesta competição. Tá certo que foram dois jogos duríssimos. Mas o deles também não foi? Ou seja, nosso time também pode chegar lá! Vencemos os jogos contra o Defensor com muita raça, um futebol não tão bem jogado mas com muita gana e vontade de vencer. E acima de tudo, usamos o peso poderoso da nossa camisa. Coisa que o Boca não pode fazer.

Ao final do jogo de ontem, um misto de incredulidade e decepção tomou conta de jogadores e comissão técnica. Os jogadores do Defensor não pareciam deslumbrados e diziam que não pensavam em ser campeões da Libertadores, já que seu objetivo principal era o torneio uruguaio. Nós sabemos bem o que os torcedores do Boca sentiram ontem, não é verdade?

Um outro sinal que se acende é o sinal amarelo. Atenção tricolor! Como dito anteriormente, o Boca não soube usar o peso da sua camisa para vencer os jogos. E o mesmo não pode acontecer com o tricolor de forma alguma. Temos que colocar em campo toda nossa tradição de tri campeões mundiais acima de tudo. O SPFC tem que impor respeito nos adversários, mas também tem que jogar bola. O Boca ontem parecia que resolveria a parada a qualquer minuto, mas não resolveu e isso precisa servir de exemplo pra nós.

Vocês devem estar pensando: agora ele vai falar do sinal vermelho. Mas não. Sinal vermelho é pra parar e o SPFC não pode parar. Tem que continuar rumo ao tetra. Está difícil. As vezes perdemos as ilusões, mas pra falar a verdade o jogo de ontem enxeu meu peito de esperanças novamente. O Boca esteve apático e por isso não pode se classificar. Se o SPFC jogar com garra e emoção e se a torcida jogar junto, podemos sim nos classificar e passar pra próxima fase.

Depende de nós como ontem dependia apenas das forças do Boca. Temos que estar atentos e seguir em frente. Só assim, teremos o tão sonhado tetra.

Saudações tricolores!

Anúncios
Categorias:São Paulo Tags:

É Muricy…

Não, a frase que é titulo deste post não é “É Muricy!” e sim um “É Muricy…” Uma frase de quem está saturado, desgastado. O time parou de render, o professor parece não ter mais os jogadores nas mãos. E como já dizia o grande Zagallo, quando isso acontece, é melhor pedir o boné.

O SPFC que empatou por 2 a 2, hoje frente ao CAP é o retrato do time no ano. Um time abatido, desmotivado, sem vontade. E é assim que vamos pra Libertadores.

Pelo bem do SPFC, o bom era uma mudança imediata no comando, na minha opinião. Assim, dá tempo do novo treinador dar gás na equipe pra chegar daqui dez dias contra o Cruzeiro com espírito novo. Esse time não precisa mais se conhecer, não precisa mais de explicações táticas. Só precisa de ânimo. Precisa de uma visão diferente, um novo ambiente.

Isso não vai acontecer, claro. E infelizmente, a cada dia as minhas esperanças quanto a Libertadores diminuem.

Deus queira que eu esteja errado.

Categorias:Brasil, São Paulo Tags:, ,

Isso desanima…

Dois fatos essa semana me deixam de cabelos em pé em relação a temporada são paulina.

Muricy reúne o elenco, o pessoal reclama do posicionamento e ele responde que vai ficar tudo como está. Sabem o que eu fico pensando? O que eles comentam entre eles. Sim, porque os jogadores são amigos e seres humanos. Aquele discurso polido que eles fazem na Tv deve ser totalmente diferente quando estão longe da mídia. E é aí que eu me preocupo.

Claro, ninguém vai fazer corpo mole em jogo decisivo por querer. Mas lá no fundo o cara fica com aquela mágoa. De ter criado coragem pra dizer o que pensava e o treinador não ter feito nada. E olha que o que os jogadores pediram não foi nada absurdo. E isso deixa o torcedor desanimado.

Porque a gente pensa: jogador de futebol é acomodado por natureza! Mesmo jogando mal, não se preocupa. Mas não. O grupo se pronunciou, disse o que pensa que está errado, o que todos nós estamos vendo que complica na hora do “vamos ver” e mesmo assim nada vai mudar.

Outro fato foi o desprezo dos adversários. O Cruzeiro e o Grêmio simplesmente ignoram o SPFC. Já imaginaram como isso é triste? Digo isso porque o Boca Jrs, por exemplo, ganhou vários jogos nos ultimos 5 anos apenas com o nome. Antes de entrar em campo os times já estavam com medo dos Xeneizes e se aproveitando disso, o Boca ganhava, mesmo tendo times abaixo da sua média histórica.

Por um lado, isso mostra como nossa reputação piorou. Por outro, pode motivar ainda mais nosso grupo, que se antes eu pensava que não tinha sangue nas veias, agora ganhou bastante meu respeito por ter tido a atitude de conversar com o “patrão”. E este é um ano decisivo pro SPFC na Libertadores. Nós nunca fomos eliminados em casa na Libertadores (apenas perdemos aquela final pro Vélez) mas por outro lado, já acumulamos três eliminações consecutivas por brasileiros. Um dos dois tabus será quebrado. E eu espero que seja o segundo!

Em fim tricolores, infelizmente tenho que dizer que depois da revelação desta reunião entre jogadores e comissão técnica, e se ela realmente aconteceu, eu estou acreditando muito nos atletas e o Muricy caiu muito no meu conceito. Sei que isso não muda nada pra ele, mas em todo caso, fiquei muito triste com nosso comandante. Mas eu acredito na força do grupo e na camisa forte do tricolor. É nisso que me apoio agora e vamos pra cima deles tricolor!

Saudações a todos!

Categorias:São Paulo Tags:,

Jogador do Defensor põe fogo no confronto contra o Boca

O zagueiro Miguel Ángel Amado, do time uruguaio do Defensor Sporting, “desafiou” o Boca para o enfrentamento entre ambas equipes, no próximo dia 14 de Maio em Montevideu, pela Libertadores. “Se vierem com Riquelme e todos os outros, já seremos onze contra onze”.

Em declarações ao jornal Ultimas Noticias, Amado se adiantou e assinalou que para o jogo pelas oitavas de final da Libertadores “que venha Boca e Riquelme”. E continou: “Sabemos que os jogadores do Boca tem seu nome, mas no campo somos onze contra onze e nós vamos pra cima como se fossemos um time grande”.

“Eles já tem sua história escrita, por isso alguns tem receio, mas terão que jogar muito para nos vencer. Sabemos que a equipe deles tem muitos craques e é fundamental manter a concentração durante os noventa minutos; creio que vai ser um jogo onde se nos postarmos bem vamos conseguir o resultado favorável”.

De bom rendimento nas ultimas partidas do Defensor Sporting, Amado de 24 anos, considerou: “Dentro do campo todos fazem o que podem fazer e se é bom, isso dá frutos a equipe”.

“A preparação física que me dão no Defensor, que é muito boa, me permite alcançar o melhor momento da minha carreira”, comentou o zagueiro uruguaio.

Grêmio carimba o passaporte pras quartas

1191676-8645-atm14O tricolor gaúcho viajou ao Peru e fez o necessário para bater o San Martin por 3 a 1. Com esse resultado, praticamente carimbou sua passagem pra próxima fase, onde pega o vencedor de Cuenca e Caracas, outra baba.

Isso só deixa claro a importancia de uma boa campanha na primeira fase. O time acaba enfrentando equipes teoricamente mais fracas.

Temos que valorizar também o excelente desempenho do meia Souza e a boa atuação do argentino Maxi Lopez. Ambos chegaram ao sul desacreditados e estão justificando suas contratações.

Em fim, parabéns ao Grêmio que jogou como time grande, soube se impor e por isso é um dos favoritos a conquista da Libertadores. Como eu disse alguns meses atrás, nunca podemos esquecer o Copero Grêmio. Ai está a prova.

Barcelona, épico!

020673347-ex00Uma “vitória” digna de entrar pra história a do Barcelona! O time catalão passa a uma final que será daquelas que dá gosto de ver!

Jogo nervoso, Barcelona diferente, Chelsea inteligente, golaços… tudo que uma grande partida precisa ter.

No fim, o Barça foi premiado pela insistencia. Mas ainda acredito que o Manchester seja o favorito ao título. Não só pela forma com que eliminou o Arsenal, sem contestação, mas também por ser mais time que o Barcelona.

A final será dia 27 de maio, daqui 3 semanas, em Roma.

Palmeiras perdeu a chance de matar o Sport

O Sport fez um jogo inteligente contra o Palmeiras, até o momento em que o bom Hamilton foi expulso. E nesses ultimos 20 minutos, o Palmeiras perdeu a chance de matar o Sport de vez.

Fez o gol logo em seguida e poderia ter feito um ou dois gols pra matar de vez o Sport, que agora tem que vencer em casa sem tomar gols.

Vale lembrar que o Sport fez de seu estádio sua grande arma na ultima Copa do Brasil e tem tudo pra fazer isso de novo. O time é bom, experiente e vai pra cima do Palmeiras.

Nada está ganho para o Palmeiras e nem tudo está perdido pro Sport. A semana será longa pras duas torcidas.