Arquivo

Posts Tagged ‘River Plate’

River Plate negocia com Mauro Camoranesi e David Trezeguet

O presidente do River Plate Daniel Passarella negocia dois reforços de peso para a próxima temporada do Campeonato Argentino. Nada menos que Mauro Camoranesi e David Trezeguet. Os dois jogadores da Juventus estariam interessados em atuar nos Millionários na temporada 2010/11.

Mauro Camoranesi é argentino naturalizado italiano. Tem 33 anos e  segundo seu representante, quer jogar no River. David Trezeguet tem 32 anos, é francês, mas é filho de argentinos e começou sua carreira no futebol portenho. A Juventus não deve tentar segurar esses jogadores, já que quer renovar seu plantel para a próxima temporada, já que essa foi decepcionante.

Apesar de experientes, esses dois tem muita lenha pra queimar. Seriam duas contratações sensacionais para o River Plate.

River Plate goleia Racing com show de Funes Mori

O River Plate impôs uma vitória de respeito ao Racing em pleno cilindro da Avellaneda. O time de Ángel Cappa venceu por 3 a 0 com três gols de Funes Mori e já chega a segunda vitória consecutiva contra dois adversários de respeito, ou seja, Vélez e Racing. Pra fechar, o River quebrou uma sequência de três vitórias seguidas do time de Avellaneda.

A verdade é que o placar do jogo não reflete a dificuldade da partida. O River começou muito bem e abriu o placar aos 3 minutos. Em triangulação entre Ortega, Franchino e Mauro Díaz pela direita, a bola sobrou para este último que cruzou para a cabeçada firme do artilheiro da noite, Rogelio Funes Mori abrir o placar.

Depois do gol o Racing foi pra cima e chegou a colocar uma bola na trave. Mas logo na sequencia desse lance, aos 16 minutos, a zaga do time da casa bateu cabeça. O zagueiro deixou para o goleiro, que ao tentar chutar a bola pra frente, encontrou o pé do matador Funes Mori. A bola espirrou pra dentro da área e Funes Mori foi atrás, deu um corte desconcertante no goleiro e marcou o segundo gol da noite.

O Racing tentava atacar, pressionava, mas o River era mais eficiente e aos 24 minutos marcou o terceiro. Ortega desceu em velocidade pela direita e tocou para Ferrari. O lateral cruzou e Funes Mori, quase em cima da linha, apenas completou de cabeça para marcar seu terceiro gol na noite. Em 24 minutos o River decidiu o jogo e jogou um balde de água fria nas pretensões do Racing.

Apesar de tentar pressionar, o Racing não conseguiu marcar e teve de se contentar com este placar final.

Segundo especulações, Rogelio Funes Mori estaria sendo seguido de perto por Juventus e Sampdoria. É uma revelação do River e está sendo comparado com Crespo e Trezeguet. A primeira impressão que eu tive dele foi muito ruim. Mas o coitado entrou numa fria, ao ser a esperança de gols do fraquíssimo time de Leonardo Astrada. Com Cappa, o River é outro time. Um time alegre, que gosta de jogar futebol, que é apaixonado pela bola.

Torço muito pra que o River Plate venha forte na próxima temporada. A torcida merece, os jogadores e Angel Cappa merecem.

D’Ale descarta volta ao River num futuro próximo

Em entrevista concedida a poucos minutos a Fox Sports, Andres D’Alesssandro descartou uma volta ao River, pelo menos por enquanto. D’Ale declarou que o Inter é um grande clube e que ele está muito satisfeito em Porto Alegre.

Os comentaristas da emissora argentina lembraram que o Internacional é um time que está sempre brigando por títulos e que apesar das mudanças de treinador, o time sempre chega com muita força em todos os campeonatos.

D’Ale falou um pouco sobre as diferenças entre treinadores estrangeiros e brasileiros e também falou que é muito bem tratado por todos no Brasil.

Pra fechar a entrevista, o meia disse que espera que o Argentinos Jrs saia campeão no Clausura. O time de Claudio Borghi é vice líder do campeonato, um ponto atrás do Estudiantes.

Flash Back – Corinthians nas ultimas Libertadores

Investidores desistem do River Plate

Os investidores americanos que estavam dispostos a colocar 50 milhões de dólares no River Plate desistiram do negócio. Segundo o Olé, a desistência foi incentivada principalmente por Domingo Cavallo, ex-presidente do Banco Central da Argentina e criador do “Corralito”, uma espécie de Plano Collor hermano.

Cavallo teria aconselhado o grupo a não colocar dinheiro no River por causa da baixa rentabilidade e porque o clube já está com cotas de patrocínio e de TV comprometidas pelos próximos dois anos.

Além do mais a diretoria sabe que enquanto o time estiver brigando pra não cair, ninguém vai querer investir no clube. O sonho durou pouco. O River terá que se contentar com o que tem… ou melhor, com o que não tem…

River Plate vence Vélez de virada e sai de campo ovacionado

O River Plate conquistou uma maiúscula vitória sobre o Vélez Sarsfield hoje pela 17ª rodada do Clausura 2010. Venceu de virada por 2 a 1 no Monumental e acima de tudo, jogou muito bem. Uma excelente partida de Ortega, Buonanotte, Ferrari e Mauro Diaz. O Tiki Tiki de Angel Cappa começa a dar resultados.

O Milionário foi melhor durante toda a partida mas começou perdendo com gol de Ricardo Alvarez logo aos 8 minutos de jogo. No ultimo minuto do primeiro tempo, Paulo Ferrari empatou em um belo gol. Ele matou um cruzamento que veio da esquerda no peito e tocou de canhota na saída do goleiro.

No segundo tempo o River voltou pra matar ou morrer. Partiu pra cima com um futebol rápido, de passes envolventes e de dribles desconcertantes, o que incendiou a torcida. Ortega fez uma bela exibição, como a muito não se via. O empate veio aos 38 minutos. Villagra tabelou com Diaz pela esquerda, ganhou do marcador na corrida e cruzou. Buonanotte fez uma finta de corpo no zagueiro, dominou de esquerda e bateu no canto esquerdo do goleiro do Vélez. Era o que faltava pro estádio vir abaixo. É o primeiro gol del Enano desde a volta aos gramados, depois do acidente sofrido no fim do ano passado.

O River saiu de campo ovacionado pela torcida. Ortega reuniu todos os jogadores no meio campo e aplaudiu a torcida que retribuiu como a muito tempo não se via. Cappa rapidamente deu sua cara ao time. A esperança da torcida é que, com as contratações que podem vir, o time volte a ser forte e volte a lutar por títulos. Se jogar como jogou hoje, pode sim buscar troféus. Basta esperar…

Defederico diz que gostaria de jogar no River – Confira entrevista exclusiva ao Olé

Defederico fala de novela, Neymar, mágoa com o Vélez e de sua relação com Ronaldo e Roberto Carlos. Fala também de sua vontade de sair do Corinthians e jogar para Angel Cappa.

Você pode falar agora?

Sim, a novela da Rede Globo começa dentro de uma hora mais ou menos.

Você atua nela? Ou assiste porque é obrigado?

Eu vejo por causa da minha namorada (risos). Como para todas as brasileiras, pra ela a novela é mais importante do que o futebol.

Que bom você namorar uma brasileira antes da Copa do Mundo!

Sempre nos provocamos com isso. Mas acredito que quando o Brasil não joga, Priscila quer que ganhe a Argentina.

Maradona ou Pelé?

Eu digo Maradona. E ela admira o Roberto Carlos.

E Messi compete com quem agora?

Com ninguém. O melhor do momento é o Neymar do Santos, um craque. Tem 18 anos, pesa 65 quilos e joga muito. Mas não alcançará a Messi nunca.

É verdade que você voltará ao nosso país (Argentina)?

E… agora eu estou um pouco triste porque não jogo o que quero. Na quarta-feira fiquei fora do banco de reservas. Não cumpri com as expectativas que eu tive ao chegar.

O que aconteceu?

O Corinthians contratou muitos jogadores de nome e isso pesou pra que eu ficasse de lado. Minha idéia é jogar, aqui ou em qualquer lugar.

No River?

Onde for, porque não vai depender só de mim. O Corinthians pagou muito por mim.

O fato de Angel Cappa ter pedido sua contratação pode influenciar na decisão final?

Com certeza. Ele vai fazer de tudo pra me contratar.

E você?

Também. Eu devo muito a ele. Gostaria muito de voltar a jogar com ele, brigar por um título e ganhar. E que dessa vez não tirem a ilusão das minhas mãos.

Nota: quando Angel Cappa e Defederico atuavam no Huracán, eles jogaram a partida decisiva do Clausura contra o Vélez. O Huracán era campeão até os 45 minutos do segundo tempo, mas sofreu um gol irregular e perdeu o título.

Você sabe que hoje o River joga contra o Vélez?

Sim. Não vou mentir, quero que Cappa vença o Vélez. Outro dia, quando perderam para o Chivas, me alegrei porque nesse lugar nós deveriamos estar. Olha, não tenho nada contra os jogadores. Quem se equivocou foi outro. Bah, o passado…

Quando você acertou as diferenças com Cappa?

Nunca deixamos de nos falar. Ao contrário, a relação seguiu via email e MSN. Se a primeira coisa que pediu foi “tragam Defederico” significa que entre nós só existe admiração.

Não o incomodou que você tenha ido do Huracán?

Ele me disse que o Corinthians não era o melhor pra mim, que esperasse um pouco. Ele não estava errado. Agora terei que voltar a Argentina para depois ir jogar na Europa.

Você sabe porque ele te quer tanto na equipe?

E…

Você não joga na mesma posição do Buonanotte?

Somos parecidos mas isso não quer dizer que não podemos jogar juntos. Aconteceu a mesma coisa com Pastore…

Se pode reeditar o Tiki Tiki? (Tiki Tiki é o estilo de jogo preferido de Cappa, com toques rápidos e envolventes)

No Huracán, lamentavelmente, será difícil. Mas acredito que o River escolheu um bom caminho. Cappa é o melhor que poderia acontecer a River pra voltar a ser River.

Em quanto o treinador pode influenciar para a mudança?

Em muito. O treinador pode saber pouco ou muito de tática, mas nenhum mexe com o emocional como Cappa. Sem dúvidas, qualquer jogador atua melhor ao seu lado.

Mas o River está numa situação muito difícil…

Sim, como esteve Huracán antes dele assumir. Ninguém dava nada por nós, e no final acabamos conseguindo algo incrível.

Você faz a melhor propaganda de Cappa…

Mas ele merece. Tenho certeza que irá bem.

Te entusiasma?

Sim. Tenho dois amigos que são fanáticos pelo River e me dizem pra ir jogar lá. Também gostaria de jogar ao lado do Burro (Ortega). É um craque. Joga da maneira que Cappa gosta.

No Brasil se joga assim?

Não. Nenhum time do Brasil joga o que jogou Huracán. O que mais se aproxima é o Santos mas só as vezes. Aqui a prioridade é correr, marcar e pressionar.

O que? E onde foi parar o jogo bonito?

Eles trazem qualidade desde a infancia. Mas, ao contrário do que se diz, aqui se treina muito mais. Quase todos os dias treinamos em dois turnos.

É difícil imaginar Ronaldo fazendo musculação…

Todos gostam de treinar e estar no clube. Ele e Roberto Carlos são dois figuraças. Não deixam de me surpreender…

Outro dia por exemplo, fizeram uma pegadinha comigo. Aqui eles não gostam de homens que usam coisas rosas. E o que aconteceu? Encontraram na minha bolsa um calção rosa e cortaram todo. Eles sabem até fazer franja(???), he!