Archive

Posts Tagged ‘Palermo’

Cristian Lucchetti é o primeiro reforço do Boca Jrs para a próxima temporada

O Boca acertou hoje a contratação do goleiro Cristian Lucchetti. O jogador vem pra ocupar uma posição que não tem dono desde a saída de Caranta do time Xeneize.

Lucchetti tem 31 anos, 1,82m e começou a jogar no Banfield. Passou ainda por Santos Laguna do México, Racing e jogava no Banfield novamente desde 2005. Cristian é atualmente o maior goleiro artilheiro atuando no futebol argentino. Ele já marcou 14 gols na carreira, todos de falta e penalti (sendo dois deles aproveitando o rebote).

A contratação de um goleiro era tratada como prioridade pelo novo treinador Claudio Borghi. Agora o treinador pede pressa na renovação de Palermo e principalmente de Riquelme. “Será muito útil pra mim”, declarou Borghi essa semana.

O Boca ainda planeja contratar dois zagueiros e dois atacantes, tudo dentro da política de pés no chão adotada pelo presidente Jorge Ameal.

Riquelme faz as pazes com a torcida e ajuda Boca a vencer clássico do domingo

No dia em que Riquelme sinalizou sua vontade em renovar contrato com o Boca Jrs, a equipe Xeneize bateu o San Lorenzo por 2 a 0 com grande atuação do camisa 10. O jogo teve de tudo. Briga, pisão, dedo na cara, empurrões e acima de tudo um bom futebol por parte de Boca e San Lorenzo.

O Boca abriu o placar logo aos 3 minutos. Riquelme cobrou escanteio na cabeça de Matías Gimenez. O meia testou forte e marcou o primeiro gol do jogo. A partir daí, o San Lorenzo mandou na partida, apesar de criar pouco.

No segundo tempo o San Lorenzo voltou mais ativo e chegou a assustar com Bordagaray e Paco Gomez. Os cruzamentos de Aureliano Torres também assustavam a ainda incerta defesa do Boca. A rendenção veio em uma roubada de bola de Monzon. O lateral bateu a carteira de Killy Gonzales pelo meio e tocou para Palermo. El Loco dominou, abriu para Riquelme e passou para receber. Roman tocou meio de bico, meio de três dedos no meio de dois adversários e Palermo, da entrada da área bateu firme no canto direito do goleiro Migliore para colocar números finais a partida.

O abraço entre Riquelme e Palermo (foto) e a definição da partida levou os torcedores do Boca a loucura. Mesmo os integrantes da Barra La 12 aplaudiram de pé o time, com direito a olé no final. Foi a partir daí que o San Lorenzo perdeu a cabeça. Claro que Riquelme provocou e numa disputa de bola deu um bico em Gonzales na frente do juiz. Killy, pavio curto como só ele, revidou com um empurrão no peito do camisa 10. O juiz deu apenas cartão amarelo para os dois.

Faltando um minuto pra acabar o jogo, Migliore e Medel se estranharam e Monzon deu um murro na nuca de Alfaro. O juiz não fez nada e o jogo terminou nesse clima quente.

Ao sair do campo, Riquelme tirou a camisa, beijou e jogou para a galera. Tudo em paz em La Bombonera, apesar do clima de guerra da partida. Caso o elenco do Boca se acerte e faça as pazes, vai ficar difícil segurar esse time. Sorte dos adversários que o campeonato está acabando. Se Palermo e Riquelme fazem as pazes em campo, já que fora dele isso é impensável, o Boca pode voltar a ser grande mais rápido do que todos imaginavam.

Vovôs marcam e River e Boca empatam no Monumental

Em um jogo de dois tempos completamente opostos, River Plate e Boca Jrs empataram hoje no Estádio Monumental pelo Apertura 2009.

O primeiro tempo do jogo foi completamente dominado pelo River. O Boca era lento e não conseguia ameaçar o gol de Vega. Aos 25 minutos, Buonanotte recebeu nela direita, adiantou a bola com o braço e sofreu penalti claro, que não deveria ter sido marcado pelo toque anterior do meia. Ortega foi pra cobrança e Abbondanzieri defendeu.

Logo na sequência, os Millionários abriram o placar. Marcelo Gallardo bateu falta da entrada da área no angulo e fez o primeiro da partida. Em seguida o River teve a chance de ampliar com Abelairas que entrou livre pela esquerda e chutou em cima do goleiro. O River Plate seguiu pressionando mas não pode ampliar.

No Segundo tempo o Boca voltou muito mais atuante e não demorou a marcar. Em bola cruzada da direita, a zaga do River afastou mal e a bola caiu no pé esquerdo do matador Martín Palermo que tocou no canto direito do goleiro.

O jogo teve ainda uma expulsão pra cada lado. Villagra pelo River e Cáceres pelo Boca.

O Boca esteve muito próximo da vitória na segunda etapa mas não conseguiu marcar. No fim, o resultado foi justo para ambos.

Palermo volta a perder três penaltis seguidos

A sorte é que dessa vez, foi em um treinamento
Martín Palermo ficou marcado durante toda sua carreira por um jogo contra a Colombia em 1999, durante a Copa América disputada no Paraguai. Naquele jogo, El Loco perdeu três penaltis na mesma partida. Duas foram pra fora e uma o goleiro colombiano pegou.

Nesta quarta-feira, durante treinamento na “Casa Amarilla”, centro de treinamentos do Boca, Palermo voltou a perder três penais. Dois o goleiro reserva pegou e um terceiro foi pra fora.

Quando a fase é ruim, nada dá certo. Pra completar a péssima fase do Boca, o próximo adversário é o Estudiantes, o embalado e invicto líder do campeonato. Pra ganhar do Pincha, Martín vai ter que colocar o pé na forma…

Torcida Argentina se divide quando se trata de Palermo

Em uma enquete promovida pelo Clarín, a torcida argentina se mostra bem dividida quanto a convocação de Martin Palermo.

Dos mais de 70 mil internautas que responderam a pesquisa, 37,3% não concordam com a convocação de Martín Palermo. Outros 36,9% acham que ele deveria ser titular. Já para 25,8%, Martín não deve entrar em campo contra o Brasil, apesar de sua convocação.

Aí nós podemos colocar que a divisão é por conta da maioria de torcedores do Boca na Argentina e mais uma parcela da torcida do Estudiantes que tem simpatia por ele. O resto é contrário a convocação.

No primeiro treino para o jogo, Maradona armou o time com Messi e Palermo. E pensar que quando Palermo estava no auge de sua carreira, quando fez dois gols no Real Madrid no Mundial de 2000, Messi tinha apenas 13 anos. Como o mundo dá voltas…

Maradona convoca Palermo, Braña e Schiavi para jogo contra o Brasil

Maradona surpreendeu todo mundo e convocou Martín Palermo, Rodrigo Braña e Rolando Schiavi para os confrontos contra Brasil e Paraguai. E aparentemente o comandante argentino vai jogar com três atacantes, com Palermo enfiado, Messi pela direita e Aguero pela esquerda.

Sinceramente, tá com cara de tiro na água. A imprensa argentina criticou a convocação. O Olé, pergunta se ele está louco.

Não sei… a ultima seleção que saiu pra cima do Brasil desesperadamente foi o Uruguai e não deu muito certo. Acho que a seleção canarinho vai vencer em Rosário hein.