Archive

Posts Tagged ‘copa do mundo de 2010’

Curiosidades sobre as seleções da Copa do Mundo de 2010

– A Alemanha já enfrentou a Alemanha em uma Copa do Mundo. Na Copa de 74, a Alemanha Oriental enfrentou a Alemanha Ocidental e venceu por 1 a 0. A Alemanha Ocidental acabaria a copa campeã. As duas estavam divididas pelo emblemático muro de Berlim.

– Até o início da década de 90 a África do Sul não possuia apenas uma seleção e uma federação. Cada raça tinha sua própria seleção e federação. Tudo culpa do Apartheid.

– A Argentina é uma das únicas seleções do mundo (junto com a França) a conquistar a Copa do Mundo, as olimpíadas, o torneio continental e a Copa das Confederações, ainda que ela não tivesse essa nomenclatura em 1992, quando a seleção portenha a conquistou.

– A Inglaterra disputou contra a Escócia a primeira partida entre seleções da história do futebol. Foi em 30 de Novembro de 1872 e o jogo terminou em 0 a 0.

– A seleção da Holanda foi uma das primeiras européias a convocar jogadores negros de suas colonias. Isso lhe rendeu craques como Ruud Gullit, Frank Rijkaard, Edgard Davids e Clarence Seedorf.

– Em todos os seus quatro títulos mundiais conquistados a Itália contou com jogadores de origem italiana mas nascidos em outros países.

– O Brasil jogava de Branco até a final da Copa de 50, quando perdeu para o Uruguai em pleno Maracanã. Depois desse dia, foi feito um concurso para escolher a nova camisa da seleção e ironicamente o desenhista do uniforme amarelo usado até hoje foi um torcedor do Uruguai.

– O máximo que a Espanha conseguiu em Mundiais até hoje foi o troféu Fair Play da Copa de 2006, concedido a seleção com o jogo mais limpo da Copa.

– Apesar de ter jogado 14 Copas do Mundo, a melhor classificação do México na competição foram dois sextos lugares conseguidos em casa em 70 e 86.

– A Nigéria desistiu da Copa das Nações Africanas de 1996, curiosamente disputada na África do Sul. Por causa dessa desistencia foi punida, ficando também fora do torneio em 1998.

– O Norte-americano Bert Patenaude foi o marcador do primeiro Hat-Trick da história das Copas. Foi na vitória dos EUA sobre o Paraguai na Copa de 1930 por 3 a 0.

– A Austrália aplicou a maior goleada de que já se teve notícia no futebol internacional: uma vitória por 31 a 0 contra a Seleção da Samoa Americana.

– Apesar de ser uma seleção relativamente respeitada no futebol, a Dinamarca participou de sua primeira Copa do Mundo apenas em 1986. A partir daí, sob o comando dos irmãos Laudrup, ganhou a Eurocopa e a Copa das Confederações, além de ter chegado as quartas de final da copa de 1998.

– O maior goleador da história do campeonato argentino é um paraguaio. Arsenio Erico é considerado o maior jogador da história do Paraguai e foi o grande jogador sulamericano da década de 40.

– A Coréia do Norte manda alguns de seus jogos no maior estádio do mundo atualmente. O Rungrado May-Day tem capacidade para 150 mil pessoas.

– A Suiça alcançou a inédita marca de ser eliminada de uma copa do mundo sem sofrer gols. Foi em 2006, quando passou 4 jogos com sua defesa invicta e foi eliminada nos penaltis.

– O Uruguai, conhecido como “A celeste olímpica” por ser bi-campeão olímpico não disputa essa competição a 82 anos. A ultima vez que disputou foi em 1928, quando ganhou sua segunda medalha de ouro.

– Na Coréia do Sul era disputado um jogo chamado chuk-guk, muito parecido ao futebol moderno. Apesar disso, tiveram contato com o futebol apenas em 1882.

– A Argélia foi responsável por uma das maiores zebras da história das Copas ao vencer a Alemanha na estréia da Copa de 1982 por 2 a 1.

– A Sérvia foi a última colocada da Copa de 2006 com três derrotas e a pior defesa da competição. Ironicamente, a Sérvia se classificou a essa Copa graças a sua solidez defensiva.

– Pode parecer estranho, mas o Japão já disputou uma Copa América. Foi em 1999, quando jogou como convidado. O Japão foi o ultimo colocado do torneio disputado no Paraguai.

– A Copa de 2010 será a primeira em que duas seleções da Oceania jogam simultaneamente uma Copa do Mundo. Isso graças a Nova Zelândia que conquistou sua vaga ao bater a seleção do Bahrein.

– Em 2006 a população da Costa do Marfim quase ficou sem ver a Copa do Mundo. O presidente do país declarou que se a violência no país não diminuisse, os habitantes não veriam o Mundial, afinal, não havia a união necessária para torcer pelo país. A tática não deu certo, mas o povo pode ver a Copa.

– O melhor resultado da história da seleção de Honduras foi uma vitória de 2 a 0 sobre o Brasil, em profunda crise, na Copa América de 2001. Depois de eliminar o Brasil nas quartas, a seleção hondurenha acabou a competição em 3º lugar.

– A França é a única seleção campeã do mundo a não marcar um gol sequer na Copa seguinte ao seu título. Foi em 2002 na Copa Coréia/Japão.

– A seleção da Grécia é a seleção que mais rápido cresceu no ranking da Fifa no menor espaço de tempo. Em apenas um mês, depois da conquista da Euro 2004, configurando uma das maiores zebras da história do futebol, os gregos subiram 21 posições, saindo da 35ª para a 14ª posição.

– A Eslovênia vem participando das grandes competições entre seleções nos ultimos anos, mas jamais conseguiu vencer um jogo de Copa ou de Euro. São 4 derrotas e 2 empates em seis jogos.

Gana foi a primeira seleção africana a conquistar uma medalha olímpica. Tal fato aconteceu em 92 e abriu caminho para duas medalhas de ouro consecutivas do continente europeu nos jogos, já que em 1996 a Nigéria venceu e em 2000 Camarões levou o ouro.

– A seleção de Camarões foi a primeira africana a chegar as quartas de final de uma Copa do Mundo. Isso graças a Roger Milla, que já estava aposentado e foi intimado pelo presidente a jogar o Mundial. Mas segundo Milla, o presidente fez apenas um pedido pacífico já que era seu amigo pessoal.

– Indiretamente, a seleção da Eslováquia já chegou a final da Copa do Mundo. Afinal, a Tchecoslováquia era formada pelos povos tchecos e eslovacos e chegou a final da Copa do mundo de 1962. Em 1993, a Tchecoslováquia se separou em República Checa e Eslováquia, e chegou a disputar as eliminatórias de 1994 com o nome “Seleção dos povos tchecos e eslovacos”.

– Apesar de ser muito respeitada no futebol, a seleção de Portugal participará de sua 5ª Copa do Mundo apenas.

– O Chile jamais conquistou um título importante com sua seleção principal. São quatro vices na Copa América, duas medalhas de prata em jogos Panamericanos e um terceiro lugar na Copa de 1962.

Curiosidades sobre os treinadores da Copa

– Carlos Caetano Bledorn Verri ganhou o apelido de Dunga de seu tio Cláudio, que não acreditava que ele ia crescer.

– Carlos Alberto Parreira nunca foi jogador de futebol. Ele é formado em educação física e começou no futebol como preparador físico.

– Javier Aguirre do México é o melhor treinador da história do Osasuna da Espanha. Ele conseguiu o feito de levar o Osasuna a Liga dos Campeões da Europa e foi líder do campeonato espanhol por várias rodadas, algo inédito pra um time tão humilde. Com resultados tão expressivos, foi escolhido o melhor treinador da Espanha na temporada 05/06.

– Lars Lagerbäck, treinador da Nigéria, é considerado o treinador mais eficiente do futebol sueco. Conseguiu levar a seleção a cinco classificações a grandes competições consecutivas, feito inédito no futebol daquele país.

– Otto Rehhagel, treinador da Grécia, tem o apelido de “o homem da Bundesliga”. Isso porque ele é o treinador com maior número de vitórias, derrotas, gols a favor e gols contra na história da Liga Alemã. Esse sim é o homem dos records.

– Sven-Göran Eriksson, sueco que comanda a Costa do Marfim caiu em uma pegadinha milionária quando era treinador da Inglaterra. Um humorista se disfarçou de Sheik, o levou aos Emirados Árabes em um hotel 5 estrelas, disse que compraria um clube inglês e que queria que ele fosse o treinador. Depois de algumas taças do mais caro Champagne da casa, Eriksson soltou algumas bombas, como chamar o zagueiro Ferdinand de preguiçoso e garantir que Beckham, então no Real Madrid, estava muito insatisfeito. Ele quase foi demitido por causa disso, mas se manteve no cargo.

– O argentino Gerardo Martino conseguiu um feito muito difícil. Se tornou um ídolo no Paraguai, onde os hermanos não são muito bem vistos. Porém, com os resultados expressivos obtidos, “Tata” conquistou o coração dos torcedores e hoje é um dos homens mais respeitados da pátria Guarani.

– Oscar Tabarez, treinador do Uruguai, comandou o Peñarol na ultima das cinco libertadores que o Carbonero ganhou. Foi em 1987, quando o time venceu o América de Cali na final.

– Morten Olsen da Dinamarca foi o primeiro jogador daquele país a atingir a marca de 100 jogos pela seleção. Era um zagueiro viril e já é treinador da seleção desde 2000.

– A dupla Vladimir Weiss e Vladimir Weiss promete detonar na Copa. Loucura? Não… são pai e filho, respectivamente (como se fizesse alguma diferença hehe). Um é treinador e outro meia da seleção da Eslováquia.

– Ottmar Hitzfeld é um dos maiores treinadores do mundo. O comandante da suiça é hepta campeão alemão e bicampeão da UCL. Apesar de ter nascido na Alemanha, ele atuou a maior parte de sua carreira como jogador na suiça, sendo bicampeão daquele país como atacante do Basel e tricampeão como treinador do Grasshopper e do Aarau.

– Huh Jung-Moo, treinador da Coréia do Sul, era meio-campista e jogou por três anos no PSV da Holanda, onde fez algum sucesso.

– Rabah Saadane é o treinador responsável por levar a Argélia as duas copas do mundo em que estiveram presentes, em 1986 e em 2010. Será que ele é um ídolo do país?

– Radomir Antic da Sérvia foi responsável por algumas das maiores alegrias e desgraças do Atlético de Madrid nos ultimos anos. Com ele, o time conquistou sua última Liga da Espanha em 95/96 e caiu pra segunda divisão em 2000.

– Reinaldo Rueda, colombiano que treina Honduras é um treinador em franco crescimento. Como comandante dos times de base da Colombia conquistou resultados expressivos. Assumiu a seleção principal nas eliminatórias de 2006 e tirou o time da ultima posição, terminando em sexto. Agora em Honduras, levou a seleção a Copa depois de 26 anos.

– Kim Jong-Hun da Coréia do Norte era um excelente zagueiro mas era muito esquentadinho. Por reclamações dele em relação a arbitragem, a seleção daquele país foi suspensa por um ano.

– Raymond Domenech da França é um cara deveras estranho. É considerado arrogante e tem algumas manias ridículas, como não convocar alguns jogadores por causa do signo.

– O treinador da seleção Eslovena Matjaž Kek era zagueiro e assim com Dunga, era conhecido por ser um líder nato. Fez carreira no futebol local e na Austria.

– O treinador de Gana Milovan Rajovac conseguiu um grande feito na carreira. Levou o inexpressivo FK Borac a uma competição européia. Não que o time tenha ido longe, mas já é um começo…

– Ricki Herbert da Nova Zelandia é um dos maiores nomes do futebol do país. Com ele na zaga, o time se classificou pela primeira vez para uma Copa em 1982. Agora como treinador, ele levou o país a sua segunda Copa do Mundo. Fraco não hein…

– Como jogador, Takeshi Okada do Japão foi bem fraquinho. Mas como treinador já vai a sua segunda Copa do Mundo com o Japão.

– El loco Bielsa, argentino que treina o Chile, recebeu uma grande homenagem. Desde o fim do ano passado, o estádio do Newell’s passou a levar seu nome. Uma justa homenagem a ele, que como treinador e jogador ganhou tudo pelo clube.

– O filho de Bob Bradley, treinador da seleção americana é jogador e atua no futebol alemão. Michael Bradley tem apenas 22 anos, mas desde os 16 atua na Europa.

– Paul Le Guen, treinador de Camarões, foi o responsável pelos quatro primeiros títulos da série de sete do Lyon na França.

– Pim Verbeek da Austrália é irmão do também treinador Robert Verbeek, que treinou Romário e Ronaldo no PSV da Holanda. Tem um bom olho o rapaz…

– Bert van Marwijk da Holanda possui um dado curioso como jogador. Fez quase 400 jogos por times na Eredivise mas apenas uma partida pela seleção holandesa. Não devia ser grande coisa…

– Fábio Capello, italiano que dirige a Inglaterra tem vários títulos como treinador, mas um lhe falta. O Mundial de Clubes. O problema é que ele foi atropelado por um certo São Paulo na final de 1993…

– Carlos Queiroz de Portugal nasceu em Moçambique e cursou faculdade de Engenharia Mecânica.

– Vicente Del Bosque da Espanha costurou o nome do Real Madrid na boca do sapo. Afinal, desde que ele foi demitido do clube merengue, nunca mais o time ganhou um titulo importante. Medo desse cara… muito medo!

– Joachim Löw da Alemanha é vice-presidente de uma rede global de projetos sociais ligados ao futebol para jovens.

– Durante uma campanha contra as drogas feita pela AFA em 1997, Maradona declarou: “Faço essa campanha como uma obrigação de pai. Não quero que as drogas cheguem as crianças. Fui, sou e serei um drogado”.

– Marcelo Lippi da Itália é um dos grandes ídolos da história da Sampdória. Jogou no clube por 11 anos como zagueiro, assim como a esmagadora maioria dos treinadores.

Os 23 nomes de Dunga. Coerência não faltou!

Julio Cesar – indiscutível, melhor goleiro do mundo hoje

Doni – titular na Copa América, fez uma bela competição

Gomes – talvez um nome a ser discutido, mas sempre foi convocado e é titular absoluto no seu time

Dani Alves – indiscutível

Maicon – indiscutível

Michel Bastos – jogou muito bem quando entrou

Gilberto – foi convocado nos primeiros jogos de Dunga na seleção. Talvez possa ser discutível por que vem jogando de meia. Mas não dá pra questionar a qualidade dele.

Juan – titular da seleção desde a copa de 2006

Lúcio – capitão e alma do time. Copero Master.

Luisão – sempre que entrou correspondeu.

Tiago Silva – idem ao de cima

Josué – vem sendo convocado desde que Dunga assumiu a seleção e nunca decepcionou. Fez uma grande Copa América.

Gilberto Silva – o homem de confiança do meio campo. Mantem uma regularidade espantosa

Felipe Mello – cria do Dunga, encaixou-se perfeitamente no meio campo do Brasil

Kleberson – experiente, fez um ótimo brasileirão e depois que se recuperou foi titular do Flamengo. Merece pelo conjunto da obra.

Kaká – o cérebro do time, indiscutível

Julio Baptista – forte e polivalente, é convocado desde os primeiros jogos de Dunga e fez uma bela Copa América

Ramires – pulmão do time quando necessário, é titular absoluto do Benfica e compôs muito bem o lado direito do meio campo brasileiro

Elano – convocado desde os primeiros jogos de Dunga, nunca decepcionou e fez gols importantes contra Itália e Argentina. É o homem da bola parada.

Luis Fabiano – dispensa comentários

Robinho – sempre foi titular de Dunga e poucas vezes decepcionou. Fez uma Copa América sensacional.

Nilmar – sempre entrou bem e marcou muitos gols. Merece.

Grafite – esse pode ser um nome a ser discutido pelo que fez na seleção, mas não pelo que fez no clube. Tomou a vaga do Adriano por ser humilde e extremamente profissional

Porque alguns nomes ficaram fora?

Adriano – faltou a 12 treinos este ano e no jogo da véspera do convocação pediu pra não jogar sem dar explicações. Quando Jorginho foi a Gávea saber dele e de Kléberson, ele desapareceu e depois disse que teve um problema com sua mãe. Qual problema? Ela discutiu com a noiva/barraqueira/psicodoida dele… era o único jogador que não obedecia a filosofia de disciplina do Dunga e foi limado. Coerente ou não?

Miranda – na grande chance que teve, no jogo contra o Chile, falhou em um gol e foi expulso

Ganso, Neymar e Roberto Carlos – alguém aí achou mesmo que o Dunga convocaria alguém que ele nunca convocou antes pra Copa do mundo? Fala sério né?

Ronaldinho Gaúcho – desinteressado e baladeiro, foi designado por Dunga para ser o cérebro da seleção, mas não correspondeu. Jogou mal, não foi criativo e deixou de ser convocado. Depois que ele saiu a seleção melhorou muito, por mais estranho que isso possa parecer.

Victor – esse merecia ir, mas seria terceiro goleiro. Pra ele com certeza foi decepcionante, mas tecnicamente não teria diferença nenhuma levar Victor, Gomes, Bosco…

Podem discordar do Dunga, podem discordar dos nomes, podem chamá-lo de burro, de ignorante, do que for… Mas nunca podem dizer que ele é incoerente. O discurso é o mesmo desde a primeira convocação. 88 jogadores tiveram chance, 23 aproveitaram.

E outra, não dá pra questionar os números de Dunga e tudo que ele conquistou. É um trabalho diferente na seleção, de formação de grupo e não de convocação desgovernada. Até agora deu certo. Eu vou apoiar e você?

Carlos Queiroz convoca adversário do Brasil na Copa

O treinador da seleção portuguesa de futebol convocou a seleção daquele país para a Copa do Mundo da Africa do Sul.

Confira a lista:

Goleiros: Beto (Porto), Daniel Fernandes (Iraklis) e Eduardo (Braga).

Defensores: Pedro Mendes (Sporting), Fabio Coentrão (Benfica), Rolando (Porto), Bruno Alves (Porto), Paulo Ferreira (Chelsea), Ricardo Carvalho (Chelsea), Ricardo Costa (Lille), Duda (Málaga), Zé Castro (Deportivo La Coruña) e Miguel (Valencia).

Meio-campistas: Simão Sabrosa (Atlético de Madri), Tiago (Atlético de Madri), Deco (Chelsea), Raul Meireles (Porto), Danny (Zenit), Pepe (Real Madrid) e Miguel Veloso (Sporting).

Atacantes: Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Liedson (Sporting), Hugo Almeida (Werder Bremen) e Nani (Manchester United).

Brasil e Portugal se enfrentam dia 25 de Junho.

Conheça as 10 sedes da Copa do Mundo de 2010

Free State Stadium – Bloemfontein

Inauguração: 1952

Capacidade: 48 mil pessoas

Jogos na primeira fase –

Japão x Camarões – 14 de Junho

Grécia x Nigéria – 17 de Junho

Eslováquia x Paraguai – 20 de Junho

França x Africa do Sul – 22 de Junho

Suiça x Honduras – 25 de Junho

African Renaissance Stadium – Cidade do cabo

Inauguração: 14 de Dezembro de 2009

Capacidade: 66.005 pessoas

Jogos na primeira fase –

Uruguai x França – 11 de Junho

Itália x Paraguai – 14 de Junho

Inglaterra x Argelia – 18 de Junho

Portugal x Coréia do Norte – 21 de Junho

Camarões x Holanda – 24 de Junho

Soccer City Stadium – Johannesburgo

Inauguração: 1987

Capacidade: 98 mil pessoas

Jogos da primeira fase –

África do Sul x México – 11 de Junho

Holanda x Dinamarca – 14 de Junho

Argentina x Coréia do Sul – 17 de Junho

Brasil x Costa do Marfim – 20 de Junho

Gana x Alemanha – 23 de Junho

Moses Mabhida Stadium – Durban

Inauguração: 24 de Novembro de 2009

Capacidade: 70.000 pessoas

Jogos da primeira fase –

Alemanha x Austrália – 13 de Junho

Espanha x Suiça – 16 de Junho

Holanda x Japão – 19 de Junho

Nigéria x Coréia do Sul – 22 de Junho

Portugal x Brasil – 25 de Junho

Ellis Park – Johannesburgo

Inauguração: 1928

Capacidade: 62.567 pessoas

Jogos na primeira fase –

Argentina x Nigéria – 12 de Junho

Brasil x Coréia do Norte – 15 de Junho

Eslovenia x EUA – 18 de Junho

Espanha x Honduras – 21 de Junho

Eslovaquia x Itália – 24 de Junho

Loftus Versfeld Stadium – Pretoria

Inauguração: 1906

Capacidade: 50.000 pessoas

Jogos da primeira fase –

Sérvia x Gana – 13 de Junho

África do Sul x Uruguai – 16 de Junho

Camarões x Dinamarca – 19 de Junho

EUA x Argelia – 23 de Junho

Chile x Espanha – 25 de Junho

Nelson Mandela Bay – Port Elizabeth

Inauguração: 7 de Junho de 2009

Capacidade: 48.459 pessoas

Jogos da primeira fase –

Coreia do Sul x Grécia – 12 de Junho

Costa do Marfim x Portugal – 15 de Junho

Alemanha x Sérvia – 18 de Junho

Chile x Suiça – 21 de Junho

Eslovenia x Inglaterra – 23 de Junho

Mbombela Stadium – Nelspruit

Inauguração: 2009

Capacidade: 43.500 pessoas

Jogos da primeira fase –

Honduras x Chile – 16 de Junho

Itália x Nova Zelândia – 20 de Junho

Austrália x Sérvia – 23 de Junho

Coréia do Norte x Costa do Marfim – 25 de Junho

Peter Mokaba Stadium – Polokwane

Inauguração: 2010

Capacidade: 46.000 pessoas

Jogos da primeira fase –

Argélia x Eslovenia – 13 de junho

França x México – 17 de Junho

Grécia x Argentina – 22 de Junho

Paraguai x Nova Zelândia – 24 de Junho

Royal Bafokeng Stadium – Rustenburg

Inauguração: 1999

Capacidade: 42.000 pessoas

Jogos da primeira fase –

Inglaterra x EUA – 12 de Junho

Nova Zelândia x Eslovaquia – 15 de Junho

Gana x Austrália – 19 de Junho

México x Uruguai – 22 de Junho

Dinamarca x Japão – 24 de Junho