Início > Futebol Sulamericano > Riquelme faz as pazes com a torcida e ajuda Boca a vencer clássico do domingo

Riquelme faz as pazes com a torcida e ajuda Boca a vencer clássico do domingo

No dia em que Riquelme sinalizou sua vontade em renovar contrato com o Boca Jrs, a equipe Xeneize bateu o San Lorenzo por 2 a 0 com grande atuação do camisa 10. O jogo teve de tudo. Briga, pisão, dedo na cara, empurrões e acima de tudo um bom futebol por parte de Boca e San Lorenzo.

O Boca abriu o placar logo aos 3 minutos. Riquelme cobrou escanteio na cabeça de Matías Gimenez. O meia testou forte e marcou o primeiro gol do jogo. A partir daí, o San Lorenzo mandou na partida, apesar de criar pouco.

No segundo tempo o San Lorenzo voltou mais ativo e chegou a assustar com Bordagaray e Paco Gomez. Os cruzamentos de Aureliano Torres também assustavam a ainda incerta defesa do Boca. A rendenção veio em uma roubada de bola de Monzon. O lateral bateu a carteira de Killy Gonzales pelo meio e tocou para Palermo. El Loco dominou, abriu para Riquelme e passou para receber. Roman tocou meio de bico, meio de três dedos no meio de dois adversários e Palermo, da entrada da área bateu firme no canto direito do goleiro Migliore para colocar números finais a partida.

O abraço entre Riquelme e Palermo (foto) e a definição da partida levou os torcedores do Boca a loucura. Mesmo os integrantes da Barra La 12 aplaudiram de pé o time, com direito a olé no final. Foi a partir daí que o San Lorenzo perdeu a cabeça. Claro que Riquelme provocou e numa disputa de bola deu um bico em Gonzales na frente do juiz. Killy, pavio curto como só ele, revidou com um empurrão no peito do camisa 10. O juiz deu apenas cartão amarelo para os dois.

Faltando um minuto pra acabar o jogo, Migliore e Medel se estranharam e Monzon deu um murro na nuca de Alfaro. O juiz não fez nada e o jogo terminou nesse clima quente.

Ao sair do campo, Riquelme tirou a camisa, beijou e jogou para a galera. Tudo em paz em La Bombonera, apesar do clima de guerra da partida. Caso o elenco do Boca se acerte e faça as pazes, vai ficar difícil segurar esse time. Sorte dos adversários que o campeonato está acabando. Se Palermo e Riquelme fazem as pazes em campo, já que fora dele isso é impensável, o Boca pode voltar a ser grande mais rápido do que todos imaginavam.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: