Início > Brasil > Histórias deliciosas do futebol

Histórias deliciosas do futebol

Fim de Festa

Final de jogo do Corinthians, na década de 80, são sorteados Sócrates e Vladimir pra fazer o exame anti doping. A coleta se mostra difícil e o representante da federação decide ir até a cantina pra ver se apressa o processo.

Os dois tomam a primeira e nada, a segunda e nada, a terceira idem. Depois da sexta, Sócrates pergunta pro funcionário da Federação:

– Ainda tem mais lá?

– Não, a cantina do estádio já fechou.

Então, o Doutor responde de bate-pronto:

– É Vladimir, acabou a festa. O jeito é dar uma mijadinha e ir embora!

Nem no Replay

Na concentração de um grande clube carioca, dois jogadores recém-chegados do interior estão assistindo juntos o telejornal das dez horas. Eis que na tela surge a reportagem de um homem que, encaraptado na janela, ameaça saltar do alto de um edifício. Entra o intervalo e um dos boleiros desafia o outro:

– Aposto R$50 que ele salta.

– Tá apostado!

Quando volta o intervalo, o homem salta mesmo e se espatifa na calçada. E o jogador que perdera a aposta admite:

– Ok. Você ganhou. Aqui estão os R$ 50.

Só que o outro resolve confessar, as gargalhadas:

– Olha, eu não quero o seu dinheiro. Eu vi essa mesma notícia no telejornal das 19 horas e sabia que ele ia pular. Toma o dinheiro e deixa de ser otário.

E o outro responde:

– Não, você ganhou honestamente. Eu também vi o telejornal das 19 horas. Só achei que esse cara não seria estúpido o suficiente pra pular de novo.

Tapete

A seleção brasileira chega pra treinar no campo do Bayern Levekusen e o zagueiro Juan, que jogava no clube, ouve a provocação de um gozador:

– Aqui você leva vantagem. Pois conhece bem todos os buracos né?

E Juan entre orgulhoso e desafiador:

– Se você achar um buraco que seja nesse gramado eu pago o jantar.

O engraçadinho ficou com fome…

Viva o Japonês

Apesar do sucesso que obteve como treinador no Japão, Zico não se ilude:

– Lá é igual todo lugar. Ganhou é bestial, perdeu é uma besta… e a imprensa cobra igualzinho.

– Mas em dia de derrota, as criticas não o incomodam? – perguntou um reporter brasileiro.

– Não, porque eu não entendo nem uma linha que está escrito nos jornais japoneses – admite Zico, as gargalhadas.

Fazer o que?

Era uma daquelas viagens de uma Libertadores qualquer. Acompanhando a equipe da Rádio Globo, João Saldanha desembarcou em Cochabamba e pegou um taxi. Mal o carro começou a roda, o motorista virou-se e perguntou:

– Señor, quieres mujer?

– No, Gracias.

– Señor, quieres brillo? (gíria em castellano para cocaína)

– No, gracias.

Aí o homem perdeu a esportiva.

– Señor, si no quieres mujer y no quieres brillo, que diablos quiere acá en Cochabamba?

Carraspana

Marinho “Bruxa”, lateral esquerdo do Botafogo na década de 70, saía de uma farra homérica, completamente de porre. Ao entrar no carro, começou a berrar:

– Polícia! Socorro! Fui roubado! Levaram tudo! Toca-fita, rádio, volante, até o painel! Depenaram meu carrão – urrava, desesperado.

Foi quando aproximou-se um PM querendo saber o motivo da algazarra. E Marinho repetia:

– Levaram tudo! Rádio, toca-fitas, volante e painel!

O policial olhou, olhou e balançando a cabeça respondeu:

– Calma cidadão. O senhor está no banco de trás…

Santa inocência

Era um jogo do Grêmio contra um time do interior do estado. Partida duríssima, zero a zero no placar. No finalzinho, o folclórico André Catimba marcava a saída de bola do zagueiro dentro da grande área. Cerca daqui, cerca dali, de repente André relaxa a marcação e vira de costas para o Becão dizendo:

– Pega a bola, que o juiz apitou o fim de jogo.

O zagueirão prontamente abaixou-se e pegou a bola com a mão para entregar ao juiz que, incontinenti, apitou: PENALTI a favor do Grêmio.

Santa inocência, Batman!

Retirados do livro “Deixa que eu chuto” de Renato Maurício Prado

Anúncios
Categorias:Brasil Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: