Início > Futebol Sulamericano > Boca perde em casa a três dias da estréia na Libertadores

Boca perde em casa a três dias da estréia na Libertadores

boca_newells2O Boca sofreu uma derrota inesperada hoje, pela segunda rodada do Clausura 2009. O time foi derrotado por 2 a 0 pelo Newell’s em plena La Bombonera.

O primeiro tempo foi equilibrado. Sem Dátolo, contratado pelo Napoli, o treinador Carlos Ischia colocou Gaitán jogando pela extrema esquerda. O Boca chegou a criar boas chances por ali, mas nada como Dátolo fazia quando vestia a camisa Xeneize. A melhor chance do Boca veio depois de um escanteio em que Viatri desviou de cabeça, o zagueiro do Newell’s tirou em cima da linha e no rebote Noir perdeu. A melhor chance do Newell’s no primeiro tempo veio aos 44 minutos com Armani que tentou escorar um cruzamento mas acabou se atrapalhando com seu companheiro de equipe e perdeu um gol feito. O Newell’s terminou melhor o primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Boca veio mais sonolento e o Newell’s buscando mais a vitória. E a recompensa veio aos 17 minutos. Em contra-ataque veloz pelo meio, Armani recebeu e bateu prensado. A bola entrou no cantinho do goleiro Abbondanzieri que fazia sua reestréia no Boca.

Aos 22 minutos, o treinador do Boca colocou os dois maiores astros do atual Boca em campo. Palácio e Palermo, ambos vindos de contusão, entraram juntos em campo e o estádio veio abaixo. A torcida do Boca fez uma bela homenagem a Palermo, parado a quase seis meses.

Aos 25 minutos, Palácio teve a chance de empatar. O atacante recebeu livre pela direita, mas o goleiro Peratta saiu rapidamente do gol e defendeu a bola nos pés de Palácio.

O Boca ia com tudo pra cima do Newell’s e foi castigado aos 27 minutos. Armani tentou fazer um passe para a área, a zaga do Boca rebateu e Sperdutti soltou uma pancada no angulo para decretar a vitória do time Rosarino. O Boca ainda insistiu mas sofreu com a má atuação de Riquelme e a falta de criatividade de Gracián.

Terça-feira o Boca recebe o Deportivo Cuenca e começa mais uma saga rumo ao objetivo traçado por Carlos Ischia, a conquista da Libertadores.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: